Noite foi boa? Veja 5 dicas para vencer a ressaca

Já que não se pode evitá-la, vamos tentar pelo menos amenizá-la

OBS: Para esse post vou usar a palavra cerveja para simbolizar qualquer bebida alcoólica, combinado? Se você não tem ressaca não venha fazer inveja em nós pobres mortais.

Bom dia! Ops, bom dia por quê? Ah já entendi, acordou com a boca seca, um guarda-chuva dentro dela e equilibrando no pescoço uma cabeça de 3 toneladas? Sei bem como é isso.

A fórmula para não ter ressaca é muito simples: NÃO BEBER! A ressaca é o preço que você paga pela sua felicidade do dia anterior. E ainda pegamos o boi que o pagamento é feito depois. Aceita que é a purificação dos seus pecados. A ressaca também é uma forma de você perceber que é humano, é seu corpo reagindo ao entorpecimento. “Pare já com isso, seu estúpido“, grita o corpo, e principalmente seu fígado, enquanto trabalha loucamente para metabolizar o caminhão de cerveja que você está jogando para dentro. Do outro lado, sua mente canta feliz e despreocupada “Eu bebo sim, estou vivendo...”. É muito contraditório.

IMG_2730
Bebidinhas !

Imagina se não houvesse ressaca? Beber, beber, beber, cair e levantar para trabalhar normalmente sem sentir nem uma dor de cabeça! Isso seria um perigo para a saúde pública e mental. Pois bem, vamos ao que interessa, já que não podemos evitá-la, podemos amenizá-la. Aquela história de beber água a cada copo de cerveja é muito bizarra de colocar em prática então vou pular.

1- Hidratação: Levante e arraste-se até a cozinha, beba a quantidade de água que você conseguir. Minha mãe viu essa cena umas trocentas milhões de vezes. “Quem dorme na pipa acorda na bica“, ela dizia! 😀  Beba tudo que for líquido da geladeira. Se for água de côco, melhor, mas como dificilmente temos um côco na geladeira sorrindo para nós pode apelar para o isotônico, suco, água tônica, chás, enfim, faça sua escolha e entorte os canecos. Coca-Cola: Não hidrata e tem açúcar, mas, mesmo que não seja o mais indicado, pode ajudar um pouco.

2- Alimentação: Antes de beber se alimente para ter sustança e não passar vexame. Durante a ressaca bate aquela vontade louca de comer fast-food. A gente tem a impressão de que aquele montão de gordura trans vai salvar nossa vida, mas isso sobrecarrega ainda mais nosso combalido fígado. Prefira uma comida japonesa. Os especialistas recomendam ingestão de frutas, sopas, caldos e evitar coisas ácidas e gordurosas. Carboidratos também são indicados.

3- Descanso: Durma o maior número de horas que conseguir. Vire o dia dormindo se for preciso.

4- Analgésico: Para se livrar da dor de cabeça não use paracetamol porque ele vai arregaçar mais ainda seu figueiredo! Dê preferência para a Neosa, nossa amiga de todas as horas! (se você não for alérgico obviamente) Neosaldina <3 Outras drogas: Para os casos mais graves temos um leque de produtos disponíveis no mercado farmacêutico: Epocler, Eno, Plasil, etc, etc. Agora se o bicho estiver pegando mesmo e nada resolver, você deve pedir para alguém te carregar para o hospital e solicitar atendimento médico.

5- Planejamento: Se você sabe que vai beber bastante em determinada ocasião, planeje seu day after. É interessante deixar umas comidas congeladas estratégicas na geladeira, um isotônico, um kit ressaca com remedinhos. Dessa forma, para se alimentar, hidratar e curar a dor de cabeça você não vai precisar arrastar seu corpo lânguido para fora de casa.

OBS: Tem gente que cura a ressaca rebatendo. Parabéns, cara você é guerreiro! Mas do ponto de vista biológico está cometendo um crime.

Boa sorte, beba menos da próxima vez e evite dirigir de ressaca!