Tóquio: O outro (lado do) mundo!

Pensa no lugar mais longe do mundo! Isso mesmo: é o Japão. É uma longa viagem! São cerca de 24 horas dentro do avião fora as esperas nos aeroportos. Não se esqueça de movimentar suas pernas para evitar problemas de circulação. Voei pela Emirates com conexão no Rio de Janeiro e em Dubai! Quando a gente chega é um alívio tão grande! “Tokyo, here we go”! Que satisfação! De todas as metrópoles que conheço no mundo eu digo que Tóquio mora aqui ó –>

Featured image
Aeroporto de Narita

Fizemos o trajeto do Aeroporto de Narita até o hotel em Tóquio de ônibus executivo (quase 60 km). No caminho, eu olhava a paisagem e agradecia por estar naquela cidade. Que lugar mais lindo!

Featured image
Vista de Tóquio a partir de Odaiba

PASSAGEM AÉREA: Quanto custa? Em média o preço é 3,200 mil reais (ida e volta, saindo do RJ) mas dependendo da época e da proximidade com a data de viagem esse valor pode subir exponencialmente rumo ao infinito. Por outro lado, eventualmente surgem passagens promocionais.

VISTO: Os interessados em fazer turismo no Japão devem solicitar o visto de curta permanência junto à Embaixada do Japão no Brasil. O visto tem duração de 90 dias.

QUANDO IR: Recomendo no início da primavera, entre março e abril, período de floração das cerejeiras. Todo ano a Agência Meteorológica do Japão anuncia quando se dará esse espetáculo da natureza que dura apenas 1 semana. Leia mais sobre as cerejeiras aqui.

Featured image
Cerejeiras por todos os lados
Meu estômago se sentiu de ponta cabeça uns 3 dias

JET LAG: Sofri muito disso. Fiquei completamente ‘desfusorada’. 🙁 Durante uns 3 dias não consegui jantar porque meu estômago embrulhava depois das 18 horas só de sentir cheiro de comida, e é um cheiro bem diferente da nossa (farei um post especial sobre comida japonesa em breve). Eu literalmente me sentia de cabeça para baixo. Aos poucos fui me adaptando e meu corpo finalmente percebeu que eu estava no Japão. Dormir bem ajuda muito, se puder, deixe o primeiro dia para descansar como eu NÃO fiz.

HOSPEDAGEM: Me hospedei em hotéis excelentes e recomendo. Os dois ficam no distrito de Minato muito próximos um do outro e estão localizados perto da Estação Shinagawa, uma das maiores estações de trem e metrô de Tóquio que permite a conexão com as principais linhas férreas até mesmo com o lindo Shinkansen (trem bala). De trem, fica a 5 paradas de Shibuya e a 16 minutos de Shinjuku.

Shinagawa Prince Hotel: Tem cinema, pista de boliche, campos de tênis, bar e karaokê. Não tive tempo de aproveitar nada disso.

New Takanawa Prince Hotel: da mesma rede de hotéis. Tem um lindo jardim japonês.

TRANSPORTE: Dentro da cidade me locomovi de metrô (veja aqui o mapa do metrô), de trem, a pé e de táxi. As estações de metrô e de trem têm informações em japonês e inglês. As linhas de trem são operadas pela companhia estatal JR (Japan Railways) e o sistema de metrô por duas empresas privadas. O preço varia de acordo com a distância percorrida.

Featured image
Metrô de Tóquio

Se for usar o táxi leve anotado em um papel o endereço que deseja. Nenhum taxista que me prestou serviço sabia falar inglês. OBS: As portas dos táxis abrem e fecham sozinhas.

PONTOS TURÍSTICOS: 

Tokyo Tower: à primeira vista você pode achar que está em Paris. Mas não. É a Tokyo Tower, inspirada na torre francesa porém alguns metros mais alta. É uma torre de comunicação símbolo da modernidade no Japão pois foi construída durante a reestruturação após a guerra na década de 1950. Hoje a função de radiodifusão pertence à Tokyo Skytree.

Featured image
Ela não é assim tortinha igual a torre de Pisa, é que a foto foi tirada do trem 🙂

Tokyo Skytree:  é uma torre de radiodifusão que foi construída misturando técnicas antigas do Japão e tecnologia de ponta. Foram analisadas várias construções em planejamento ou concluídas em todo mundo e assim foi decidido que a Tokyo Sytree deveria ter 634 m de altura, o que deu a ela o status de maior torre do mundo! E assim ela foi reconhecida em 17 de novembro de 2011, pelo Livro Guinness dos Records. Leia o post especial sobre a Tokyo Skytree.

Featured image
Tokyo Skytree

Hama Rikiu Garden: bela área verde no meio do caos da cidade. Possui um pinheiro de 300 anos e um lago de água salgada! A finalidade principal do jardim é ser um local para relaxar. É interessante observar o contraste da natureza com a modernidade dos prédios.

Featured image
Jardim Hama Rikyu

Cruzeiro pelo Rio Sumida: Passeio pelo rio que corta Tóquio. Passamos sob várias pontes e pudemos observar a moderna estrutura que suporta os terremotos. Lindas cerejeiras podem ser observadas às margens do Rio Sumida.

Featured image
Rio Sumida

Sensoji Temple, Asakusa: templo budista mais antigo de Tóquio. Foi parcialmente destruído durante a segunda guerra mundial.O Kaminarimon (porta do templo) abriga uma das maiores lanternas do Japão.

Featured image
Sensoji Temple, Asakusa

Dia do Mar (Humi no Hi): feriado nacional comemorado na terceira segunda-feira do mês de julho. Nessa data a população agradece pelos frutos do mar e por todas as coisas boas que o oceano lhes oferece. Muitos aproveitam para ir à praia.

Featured image
Dia do Mar em Odaiba

Shibuya Crossing: é o cruzamento mais movimentado do mundo. Milhares de pessoas aparentam brotar do chão em segundos. Não sei como tantos corpos ocupam o mesmo lugar no espaço. O tumulto ocorre em função das cinco ruas que se encontram e porque as estações de trem e metrô que ficam em frente são as mais movimentadas de Tóquio. Leia mais detalhes aqui.

Featured image
Shibuya Crossing – Photo by flickr/Magnus D

Harajuku: Famosa desde o anos 90 quando muitos artistas e jovens vestidos com roupas extravagantes passaram a se reunir aos domingos. A tradição continua. Ao chegar à Harajuku você verá várias pessoas fantasiadas de personagens de animes e mangás (cosplay) andando normalmente pelas ruas.Takeshita-dori é a principal rua da região com cerca de 400 metros. Point da moda para os adolescentes. Conta com comércio especializado na cultura cosplay além de salões de cabeleireiro.

Featured image
Cosplayers na ponte da Estação Harajuko
Featured image
Takeshita-dori

Yoyogi Park: um parque imenso no meio de Tóquio. O lugar serviu como Vila Olímpica nos jogos de 1964 e abrigou os militares aliados durante a ocupação no fim da guerra. Lá é possível encontrar paz e agito: É considerado o parque mais animado. Durante a floração das cerejeiras, na primavera, os jovens fazem festa sob as flores com música bebida comida! No outono, as cores fortes impressionam.

Featured image
Yoyogi Park na primavera
Featured image
Yoyogi Park no outono

Akihabara: é o paraíso dos eletrônicos! O que há de mais moderno em tecnologia está lá. Se os prédios são desse jeito imagina as pessoas? Muito bacana. Uma loja que recomendo: Yodobashi:  imensa onde os produtos são divididos por andares. Tem andar de brinquedos, de videogames, de computadores, de laptops, de câmeras e equipamentos de áudio, etc! Um sucesso. Me perdi por lá, literalmente.

Featured image
Akihabara – O paraíso dos eletrônicos

Palácio Imperial de Tóquio: Tem uma imensa área verde com parques e jardins. É a casa de Sua Majestade o Imperador Akihito e da Imperatriz Michiko. Você pode fazer passeios guiados com entrada gratuita e áudio em inglês. Faça sua reserva. O Palácio foi destruído durante a guerra e reerguido de forma idêntica. 

Featured image
Jardim Imperial
Featured image
Nijubashi

Rainbow Bridge: “Somewheeeeeeeeere over the rainboooow”  😀 A ponte do arco-íris em Tóquio Odaiba, o bairro futurista. A ponte tem 444 luzes em três tons diferentes: verde, branco e vermelho. Ao anoitecer ela fica impressionante! As luzes são alimentadas por energia solar. Nas datas comemorativas a ponte ganha iluminação especial. Para chegar até ela use a Linha Yamanote e desça na estação Tamachi. Siga em direção ao cais Shibaura.

Featured image
Rainbow Bridge, Odaiba

Tóquio tem incontáveis atrações que devem ser visitadas. Cada ponto turístico vale um post especial que irei fazendo aos poucos. Aqui está apenas um bom começo. Vale a pena observar os costumes e o dia-a-dia dos japoneses. É tudo muito diferente e curioso! Divirta-se!

😀