Dia 10 – Valparaíso por conta própria, La Sebastiana e dica de walking tour

Conforme contei no post do dia 8, conheci Valparaíso e Viña del Mar por meio de uma agência de turismo (leia aqui). Acho que valeu a pena mas o passeio é mais corrido e não tem muito como fugir do trajeto estipulado pelo guia.

Como minha ideia original era caminhar pelos Cerros resolvi retornar à Valpo. Lá fomos nós novamente até a Estação Universidad de Santiago onde descemos e pegamos o ônibus no Terminal Alameda. Dessa vez pagamos $ 2.800,00 CLP pela passagem em um ônibus leito desses de dois andares.

onibusparavalparaiso bilheteparavalparaiso

La Sebastiana – Cerro Bella Vista

No Terminal de Ônibus de Valparaíso pegamos um táxi até a Casa de Pablo Neruda que ficou em torno de 3 mil pesos. Não é muito longe mas La Sebastiana fica no alto do Cerro Bella Vista, é uma grande subida para fazer a pé.

Vou contar mais detalhes sobre a casa do poeta em um post especial que farei sobre as três residências de Neruda. Vale adiantar que essa casa era muito usada por ele e Matilde para eventos festivos como o Reveillon, data famosa no porto pela queima de fogos. O nome foi uma homenagem ao primeiro proprietário, o espanhol Sebastián Collado.

lasebastiana lasebastianalasebastiana

Neruda era um colecionador compulsivo e suas casas são verdadeiros museus. A arquitetura construída sob sua orientação também dá o toque de exclusividade. Ao contrário das demais, La Sebastiana é toda vertical.

Os cômodos estão distribuídos em 5 andares. Lá estão abrigadas suas coleções de mapas antigos, pinturas e peças curiosas como caixas de música e um velho cavalo de carrossel original de Paris. É proibido fazer registros no interior da casa por isso só tenho fotos externas.

lasebastiana
Vista da La Sebastiana

lasebastiana

La Sebastiana está localizada na Avenida Ferrari, 692, e funciona de terça-feira a domingo de 10h10 às 18 horas, entre março a dezembro, e de 10h30 às 18h50, em janeiro e fevereiro. A entrada custa $ 5.000 CLP. Mais informações acesse Fundação Neruda.

Passeio pelos cerros

Quase em frente à Casa de Neruda tem uma feirinha de artesanatos e lembrancinhas. Subindo a rua você chega na Avenida Alemanha. Seguindo por ela você consegue atravessar os cerros e foi o que fizemos até o Cerro Alegre, passando pelo ascensor Reina Victoria.

Fomos caminhando e reparando as casas coloridas, a arquitetura e a beleza escondida que muitas pessoas não enxergam. O próprio Neruda dizia em sua Ode à Valparaíso que a cidade era um porto louco e desgrenhado, que nunca teve tempo de vestir-se ou pentear-se. Não vejo definição melhor.

valparaiso

casavaparaiso casavaparaiso casavaparaiso casavaparaiso casavaparaiso
casavaparaiso casavaparaiso casavaparaiso casavaparaiso casavaparaiso IMG_5158 casavaparaiso

Com o passar das horas nos preparamos para regressar ao Terminal de Ônibus para viajarmos até Isla Negra (leia aqui).

Dica de walking tour

O que vale contar aqui é uma super dica de walking tour que eu descobri em Valparaíso com a Tours 4 Tips excelente para quem quer conhecer a cidade a pé e muito bem conceituada pelo Trip Advisor. Eu até agendei mas não consegui chegar a tempo. Consiste basicamente em encontrar Wally na Plaza Sotomayor!!! Sim, é como os guias se vestem!

Os tours saem todos os dias às 10 da manhã e às 15 horas. O trajeto é: Puerto, Calle Serrano, Ascensor El Peral, Cerro Alegre, Pasaje Galvez, Cerro Concepción, Pasaje Gervosoni, Plaza Anibal Pinto, Plaza Victoria, Cerro Bellavista e Museo Cielo Abierto. E o melhor, você paga quanto achar que vale. Não tem preço estipulado! Quando eu voltar farei esse tour. Se alguém aí fizer, por favor me conte!

O serviço também é oferecido em Santiago. Um leitor fez o passeio e mandou seu relato. Leia aqui.

tours4tip

Se eu tivesse tempo eu voltaria a Valparaíso mais vezes! Encante-se. 😀

OBS: Eu sempre digo que há pessoas e pessoas. Nem todas gostam de Valparaíso. Quem conhece a história e a cultura da cidade normalmente gosta muito. Tire suas próprias conclusões. 😉