Morando na Inglaterra – Da série: Vou embora do Brasil

Hello!!!!!
Depois de contar a história da Rosi Guimarães que foi morar em Santiago do Chile (leia aqui) e da Marcela Vilas Boas que mudou-se para Barcelona, na Espanha (leia aqui), hoje nós vamos saber um pouco mais sobre Londres com o Rafael Maciel! Este é mais um post da série: Vou embora do Brasil! Tcharaaaaaaaam!
Featured image
Rafael Maciel
Ele nasceu no interior do interior do interior do Brasil, como ele mesmo diz, em Lajeado Grande, São Francisco de Paula, Região das Hortênsias, Serra Gaúcha. Depois de uma viagem à Londres em novembro de 2012 ele resolveu trocar o chimarrão pelo black tea.
“Cheguei aqui num cinza 14 de janeiro de 2014 e tudo continuava lindo, do jeito que me apaixonei. São vários os motivos que me convenceram na primeira viagem que fiz pra cá em novembro de 2012. Alguns que posso citar são: segurança, qualidade de vida, frio (sim, frio!), cervejas e educação”, conta.
Featured image
Lá o Rafael trabalha como guia de turismo para brasileiros (Tchê in London)!!!! Ideia genial! Duas vezes por semana ele trabalha de bartender em um restaurante. Antes, o trabalho como guia era a atividade extra mas os passeios deram resultados tão bons que a coisa inverteu.
Entre os pontos positivos de Londres o guri destaca a qualidade de vida, a valorização do salário e o cuidado com as pessoas. “O que mais gosto é realmente ver tudo funcionando e sem dificuldade. Ônibus, trem, metrô, banco, fila, supermercado, televisão, internet, celular, segurança, saúde, ruas, enfim… A desburocratização de tudo deixa a vida maravilhosa! Dia desses perdi o cartão do banco, liguei na central, cancelaram na hora e em três dias recebi o novo cartão em casa com a mesma senha e já desbloqueado, pronto pra sair usando”, conta.
Featured image
Outra coisa muito bacana de viver em Londres é aproveitar as coisas que a cidade e o país oferecem fugindo do comum e do óbvio. É possível fazer uma coisa diferente a cada fim de semana, viajar para cidades do interior ou ainda-quem-sabe-por-que-não dar um giro pela Europa! 😀
Featured image
Featured image
Featured image
Pôr do sol em Clepham
Para algumas pessoas o frio de Londres seria um ponto negativo mas não para um bom gaúcho de Lajeado Grande, São Francisco de Paula! “Eu sou muito mais do frio do que do calor. Não gosto de calor e só passo raiva com calor. Meu negócio é frio de 5°C, chá e música. O inverno tá chegando e a vontade de desbravar mais alguma cidade do interior do país já tá batendo”, afirma.
CURIOSIDADE: já que o Rafael falou de música quero dizer que mês passado fiz um post com dicas para fãs dos Beatles (leia aqui) e pesquisando descobri um Beatles Walking Tour em Londres. Adivinha quem é o guia???? Ele, o guri!   ♫♫♫ Super recomendo o passeio!
Londres é conhecida por ser uma cidade cara mas o dinheiro lá é mais valorizado. “Desde os ingressos de musicais, shows, jogos de futebol até compras do supermercado, eletrônicos, tudo dá a impressão de ser barato. Uma vez ganhando em Libra eu senti muito bem o meu dinheiro ser valorizado. Isso tudo, claro, sem fazer nenhuma conversão e falando de coisas pequenas (não inclui carros, casas, iates e jatos particulares)”, diz.
Featured image
Entre os pontos negativos, com muita dificuldade, o Rafael enumerou alguns, entre eles, a distância da família e dos amigos. Ele também reclama da falta de agnolini (ou capeletti) pra fazer sopa e da eventual sujeira de alguns ônibus (papel de bala e lata de refrigerante no chão). Também é um pouco difícil conseguir ingresso para grandes shows… hehehehe
Minha vontade de morar em Londres aumenta a cada relato como esse. Pois bem, se você quer saber mais sobre a cidade entre no blog Tchê in London do Rafael onde ele conta seu cotidiano de morador da Inglaterra. Confira também os passeios guiados por ele e indique para os amigos!  😉
Featured image
Vista da Millenium Bridge
Semana que vem tem mais post da série “Vou embora do Brasil”.