Elétrico ou solar? Saiba qual chuveiro é mais econômico e gasta menos água

Se tem uma coisa que eu tenho preguiça é esperar a água esquentar para tomar banho ou, ainda, estar no meio do banho e a água quente deliciosa ficar gelada, de repente. Hoje em dia isso é tão comum que até hospedada em um bom hotel tive que esperar 15 minutos a água quente “voltar”. Sem contar no desperdício que é abrir o chuveiro e esperar a água gelada que está no cano ir embora até ficar na temperatura própria para banho.

Antipatizada com os sistemas de aquecedores resolvi pesquisar a eficiência do uso desses equipamentos. Para minha surpresa, descobri que tomar banho com chuveiro elétrico é mais econômico, segundo uma pesquisa da Escola Politécnica (Poli) da USP. E, como eu imaginava, o estudo mostra que o chuveiro elétrico apresenta consumo médio anual de água menor do que os chuveiros com aquecedores. Em tempos de necessidade de economia de água e de conta de energia nas alturas, há que se pensar essa relação com os aquecedores.

A pesquisa apontou que um banho de oito minutos custava (na época em que foi realizada, em 2010, antes do absurdo aumento do preço das contas de energia), em média, R$ 0,27 (entre consumo de água e energia elétrica) no chuveiro híbrido solar e R$ 0,30 no chuveiro elétrico. O mesmo banho saía por R$ 0,46 (53,3% a mais do que o chuveiro elétrico) com aquecedores solares tradicionais, R$ 0,59 (96,6% mais caro) com os aquecedores a gás e R$ 1,08 (246,6% a mais) com o boiler elétrico.

O estudo mostrou, ainda, que a média anual do consumo de água no chuveiro elétrico foi de 4,2 litros por minuto (l/min). O chuveiro híbrido solar obteve uma média anual de 4,1 l/min. O aquecedor á gás obteve uma média de 8,7 l/min, o aquecedor solar, de 8,4 l/min, ou seja, 200% maior que o consumo do chuveiro elétrico e o boiler elétrico obteve uma média de 8,5 l/min.

Solução ecologicamente correta e econômica:

A melhor opção parece ser o sistema híbrido, que mistura solar e elétrico. Esse sistema polui menos e apresenta equilíbrio no consumo de energia e água, isto é, ele permite a utilização do chuveiro elétrico nos dias nublados e a economia de energia nos dias de sol, sem contar que aquela água geladinha que fica nos canos não precisa ser jogada fora.

OBS: Vale lembrar que o chuveiro elétrico continua sendo o vilão da conta de luz, portanto reduzir as horas embaixo dele continua sendo meta diária também para economizar água.

shower-653671_1280

Os resultados fazem parte do estudo Avaliação do consumo de insumos (água, energia  elétrica e gás) em chuveiro elétrico, aquecedor a gás, chuveiro híbrido solar, aquecedor solar e aquecedor de acumulação elétrico, elaborado pelo Cirra.