Viciada em paletas mexicanas – Onde encontrá-las em BH

Sou um pouco resistente a modinhas. Há muito tempo ouço falar e vejo paletas mexicanas por aí, mas, até poucas semanas atrás, consegui ignorar solenemente a existência delas. Só que, na vida, sempre tem alguém pra te fazer cair em tentação.

A primeira vez que provei uma paleta mexicana foi há poucas semanas, no Itaú Power Shopping, em Contagem, onde eu passei para trocar uma mercadoria com meu irmão. Na volta, ele comprou um picolé gigante feito a base de frutas na Paleteca. Aquele era de morango, recheado com leite condensado.

paletamorango
Paleta de morando com leite condensado. Foto: Paleteca / Divulgação

Fui resistente, eu realmente não queria, mas ele ofereceu muitas vezes e, como ele não é tão solidário assim, concluí que ele realmente queria dividir aquilo comigo. Dei duas mordidinhas. Como na primeira, pesquei só o morango, ele me fez comer de novo até que eu alcançasse o leite condensado. Obedeci.

(hum…)

Uma semana se passou e, após um almoço de fim de semana, me vi almejando uma paleta mexicana de sobremesa igualzinha aquela que eu havia provado. Procurei na internet lugares que vendiam aquelas guloseimas refrescantes e fui parar na Savassi para saciar meu desejo. Foi na Los Niños Paleteria que comprei minha primeira paleta própria.

10960159_425094130980393_8576763581523967794_o
Foto: Los Ninõs Paleteria / Divulgação

Dali para frente, virei uma consumidora compulsiva de paletas, provei vários sabores e segui rumo ao abismo financeiro, uma vez que os sabores que me agradam custam uma média de R$ 8. Quando o dinheiro acabou, passei a comprar paletas no cartão de crédito.

Recentemente, descobri uma paleteria perto do meu trabalho, a Palecolé, na Savassi, que faz promoções diárias por sabores a R$ 4,99. O problema foi dominar a vontade de comer todos os dias, porque além de pobre, eu ficaria obesa e diabética se continuasse naquele ritmo.

Maracujá-com-leite-condensadopalecole
Foto: Palecolé / Divulgação

Com muito trabalho psicológico e a eterna busca pelo equilíbrio, combinei comigo mesma que só comprarei paletas mexicanas uma vez por semana e nos dias de promoção dos meus sabores preferidos. Assim, evito a compulsividade e economizo uns trocados. No início, foi difícil. Eu trabalhava pensando que bem perto de mim tinha vários picolés me esperando. Mas, sinto que me desintoxiquei. Agora, só posso comer nas quartas-feiras (maracujá com leite condensado) ou nos sábados (morango com leite condensado). Posso alterar essas opções para comer às terças-feiras (chocolate belga).

paletamex
Foto: Los Ninõs Paleteria / Divulgação

Assim, deixo aqui meu alerta. A coisa vicia. Uma pessoa de confiança me ofereceu, começou como uma sobremesa inocente e quase me levou à perdição. Por isso, todo cuidado é pouco! 😉

Tem várias receitas de paletas caseiras por aí. Eu morro de preguiça só de pensar, mas se você tem tempo e disposição, veja aqui uma dica de como fazer sua própria paleta.

Para você que também curte paletas, veja dicas dos lugares onde encontrá-las em BH, nas paleterias onde eu já comi e recomendo!

Paleteca:

Itaú Power Shopping, Contagem
Av. General David Sarnoff, 5160.

Você encontra também no Boulevard Shopping, no Extra Hipermercado – Minas Shopping e no Minas Tennis Clube
R. Bahia, 2244

Los Niños Paleteria:

Avenida Getúlio Vargas, 1405, Savassi

Palecolé:

Rua Pernambuco, 1070

OBS: As promoções são na Palecolé.

IMG_7087