Belos dias de verão em Barcelona

Qual a melhor época para conhecer Barcelona? Existe uma única resposta?

Barcelona é uma cidade maravilhosa em qualquer época do ano. Faça frio ou faça sol, a cidade encanta turistas (e moradores!). Mas, como ocorre no mundo todo, o verão deixa os dias mais coloridos e as pessoas mais alegres. Na Europa, a estação começa no dia 21 de junho e termina no dia 23 de setembro. Saiba mais sobre o verão em Barcelona no texto delicioso da querida Marcela Vilas Boas, que mora na Espanha há mais de 8 anos.

Autora: Marcela Vilas Boas

espanha
Ah, o verão…

Já não é meu primeiro verão em Barcelona. Cheguei à cidade há mais de oito anos e aprendi, como o povo local, a aproveitar cada dia de sol e calor na cidade como se fosse o último. Até porque, o último não demora a chegar. Apesar de não ter um inverno extremamente rigoroso como na maior parte da Europa, o verão aqui é esperado com a mesma ansiedade que uma criança aguarda pela noite de Natal. E quando ele chega, a cidade ganha outras cores.


E muda tudo. O verão tem outro sabor quando se espera por ele por oito meses envolvido em inúmeras capas de roupas, na inútil tentativa de proteger-se do frio e do vento que parecem querer romper ossos e qualquer sinal de bom humor. Quando o sol perde a vergonha e inicia seu apogeu no céu de Barcelona, o tempo parece ganhar outro ritmo. As cores vibram. As pessoas sorriem sem nenhum motivo aparente. Já no final da primavera, corpos esbranquiçados e sedentos por um pouco do sol invadem as ruas em bermudas e vestidos esquecidos no fundo do armário. E à medida que as peles ganham um pouco de cor avermelhada, também mudam os semblantes da gente daqui. 

O verão em Barcelona, quando por fim aparece, não chega discreto como o nosso. Se no Brasil sentimos um pouco mais do calor habitual e seguimos com nossa vida sem nem mesmo prestar muita atenção, aqui ele vem com força. E, junto com ele, uma umidade que parece vinda de terras amazônicas. E o mais interessante para nós, vindos de tão pertinho do Equador, é a insistência do sol em permanecer firme no céu durante os meses cálidos até muito mais tarde.

7 Gorgs Campdevànol
7 Gorgs Campdevànol. Fica a 1h30 de Barcelona.

Aqui, se diz oito horas da tarde, já que oito da noite seria absurdo com o céu perfeitamente azul e claro. E às 22 horas, quando o sol por fim resolve abandonar o horizonte, as mesas dos bares, dispostas nas calçadas, já estão repletas de gente com seus “granizados”, horchatas (bebida refrescante feita a partir de um tubérculo – a chufa) e claras – cerveja misturada com suco de limão.

Vamos a la playa

Barcelona consegue reunir todos os predicados em seu entorno. Banhada pelo Mar Mediterrâneo e cercada por montanhas, tem opções para todo tipo de veranista. É verdade que as praias urbanas daqui não são a melhor opção para quem pretende desfrutar da estação tostando-se na areia. Mas um breve passeio ao norte ou ao sul, e a região brinda a zona com praias de águas transparentes e mornas, escondidas por bosques de pinheiros e enormes formações rochosas.

praiabrava2
Praia na Costa Brava, litoral norte de Barcelona

E o inverno parece que leva embora também a vergonha escondida entre tantos cachecóis e casacos. No verão, pode tudo. A nudez na praia, tanto de homens como de mulheres, é comum e livre de pudores. E a preocupação em mostrar um corpo sarado e perfeitamente depilado, simplesmente não existe. O que importa é aproveitar os raios de sol em cada poro da pele.

Por certo, farofar aqui não é cafona. Seja nos gramados dos inúmeros parques da cidades, ou nas areias da Barceloneta, todo bom veranista vai carregado com seu isopor de cervejas, sanduíches e muita fruta e água para enfrentar o calor. Nos sábados e domingos, famílias inteiras, casais ou grupo de amigos se juntam e aproveitam o dia ao ar livre.

¡Fiesta!

A tranqüilidade das ruas de Barcelona durante o inverno dá lugar a uma infinidade de festas entre junho e setembro, regadas sempre com muita bebida e música. Cada bairro da cidade aproveita para celebrar sua semana especial. As Fiestas Mayores dos bairros reúnem apresentações culturais, barracas de comida e danças típicas e podem durar até uma semana.

Em Gràcia, bairro estudantil no norte da cidade, os moradores ainda competem pela rua mais bem decorada. Num certame entre vizinhos, cada uma das estreitas vias ganha vida em uma explosão de cores de encher os olhos. Já em Sants, bairro mais tradicional, a atração é acompanhar a disputa dos grupos de “Castellers”, especialistas em montar altíssimas pirâmides humanas ao som de música tradicional.

O verão em Barcelona dura pouco. Mas, para quem quer aproveitar, é absolutamente delicioso.

praiabrava
Praia na Costa Brava, litoral norte de Barcelona

Saiba como é morar na Espanha no post: Morando na Espanha.