Último fim de semana para assistir ao musical ‘A Dama e o Vabagundo’

Inspirada no clássico da Disney, peça será apresentada no Teatro da Maçonaria

damavagabundo
A dama e o vagabundo. Foto: Mayra Mendes

O musical infanto-juvenil “A Dama e o Vagabundo” encerra a temporada de fábulas da produtora Kerubis, no próximo sábado e domingo, 29 e 30 de agosto, às 16h, no Teatro da Maçonaria, no bairro Santa Efigênia, região leste de Belo Horizonte.

Inspirado na clássica animação da Disney, o espetáculo leva ao palco uma turma de cães de raça de um bairro chique que é surpreendida pela chegada de um vira-latas. Este tenta avisar os demais cachorros sobre uma perigosa sequestradora de cães de luxo, mas só encontra apoio na amizade da doce cachorrinha Lady. Entre brincadeiras e canções, o Vagabundo mostra a ela como a vida de cão pode ser boa, e essa amizade se transforma num lindo romance. Na peça, as crianças interagem com os personagens e aprendem lições como superar preconceitos e tomar gosto pela leitura.

pinoquio
Pinóquio. Foto: Andrea Maia

“A Dama e o Vagabundo” foi o espetáculo que inaugurou a Kerubis Produções, em 2010. Formada a partir de uma parceria entre os professores-atores Cecília Fernandes e Francis Oliveira, a produtora busca oferecer entretenimento pedagógico para o público infanto-juvenil e toda a família. Seu repertório é composto ainda por “Pinóquio” (2012) e “A Zeropeia” (2013), também apresentadas nesta temporada.

A versão da Kerubis para o clássico italiano tem direção de Luciano Luppi, que deu à montagem um ar mambembe, ao estilo do teatro da década de setenta. Não há cenário fixo, mas escadas de madeira, cordas e tecidos, elementos que constituem o corpo do personagem e com os quais os atores vão construindo o cenário no palco.

Já “A Zeropeia” é uma adaptação teatral do livro homônimo do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. A peça venceu o 1º Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas, principal premiação da área em Minas Gerais, na categoria Maior Público de Teatro Infantil de 2013, além de ter recebido indicações nas categorias texto (Luciano Luppi), figurino (Alexandre Colla), atriz (Karine Terrinha) e atriz coadjuvante (Kátia Assis).

zeropeia
A Zeropeia. Foto: Cecilia Fernandes

SERVIÇO

A DAMA E O VAGABUNDO

Data: 29 (sábado) e 30 (domingo)
Horário: 16h
Local: Teatro da Maçonaria – avenida Brasil, 478, Santa Efigênia, Belo Horizonte
Lotação: 262 pessoas
Informações para o público: (31) 9911-2830 e (31) 9112-2338
Ingressos: R$30 (inteira) e R$15 (meia-entrada), na bilheteria do teatro, aberta uma hora antes dos espetáculos. Vendas antecipadas nos postos do Sinparc (Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais): R$15 (preço único)

Posto do Sinparc – Mercado das Flores
Local: av. Afonso Pena, 1.055, Centro.
Horário: quarta a sábado, de 13h a 18h30; domingos e feriados, de 13h a 17h.
Telefone: (31) 3272-7487

Posto do Sinparc – FNAC BH Shopping
Local: BH Shopping, BR-356, 3.049, Belvedere – 4º piso.
Horário: segunda a sábado, de 10h a 20h; domingos e feriados, de 12h a 18h.
Telefone: (31) 3878-2000

SINOPSE E FICHA TÉCNICA

A DAMA E O VAGABUNDO

Musical em que os cães de raça de um bairro chique são surpreendidos pela chegada de um vira-latas. Ele tenta avisá-los sobre uma sequestradora de cães de luxo, mas só encontra apoio na cachorrinha Lady. Entre brincadeiras e canções, mostra a ela como a vida de cão pode ser boa, e a amizade se transforma em romance.

Texto: Márcio Machado
Direção: Francis Oliveira
Assistência de Direção e Produção: Cecília Fernandes
Cenário: José Maria Amorim
Trilha Sonora Original: Andrea Jaqueline e Keilla Jovi
Elenco: Darcy Vargas, Edu Souza, Francis Oliveira, Karine Terrinha, Izabella Garcia