Bahia: o que fazer em Porto Seguro, Arraial, Trancoso e Caraíva

Vai visitar a Costa do Descobrimento? Confira dicas valiosas e conheça os melhores passeios

Hellooo! Acabei de voltar da Bahia – aquele lugar maravilhoso e inspirador – e estou com a alma lavada! Reproduzo para vocês um e-mail com uma lista de lugares que não podemos deixar de conhecer que minha amiga Monique Barreto me enviou gentilmente! Ela resumiu em poucas palavras simplesmente tudo que você precisa saber antes de pousar no Aeroporto de Porto Seguro. Também tem várias dicas de restaurantes, pousada, praias etc. Ela conhece tudo da região, então, faço das palavras dela as minhas.

Foto: Monique Barreto
Foto: Monique Barreto

1- Porto Seguro

– Cidade histórica
– Passarela do Descobrimento (Passarela do Álcool)
– Praia de Coroa Vermelha e a feirinha de artesanato indígena que tem lá
– Ilha dos Aquários e Bombordo: para quem gosta de balada
– Axé Moi e Barramares: para os fãs de axé, é o point da galera jovem e excursões
– Farol de Porto Seguro: bom para fotografar
– Praias mais tranquilas: Mundaí/Coroa Vermelha
– Praia mais movimentada: Praia de Taperapuã
– Praia semi deserta: Praia de Mutá

– Melhor passeio: Recife de fora – Imperdível!

Arraialdajuda
Mirante atrás da Igreja Nossa Senhora D’ajuda

2- Arraial D’ajuda

– Largo D’ajuda e Centro Histórico
– Mirante atrás da Igreja Nossa Senhora D’ajuda: ótimo para fotografar, fazer pedido e amarrar as famosas fitinhas coloridas
– Fonte de Nossa Senhora D’ajuda (dizem que a água é abençoada e que cura doenças, mas ela é boa mesmo para se refrescar antes de subir mais ladeira rs)
– Broduei e Beco das Cores: point da galera a noite, bons restaurantes, música ao vivo e ótimo local para fazer compras
– Restaurante preferido: Paulinho Pescador (sem dúvida, os melhores frutos do mar de Arraial). Dica: bobó de camarão e badejo. O Manguti também é top para quem curte nhoque!
– Sorvete preferido: Coelhinho (Rua do Mucugê)
– Lanche preferido: Esfiha e Cia (Rua do Mucugê – próximo à Milloca)
– Salgado Doguinho (cachorro quente fechado, com molho e tudo. Massa caseira, tudo bem artesanal). Agora eles também têm uma lojinha em Caraíva.
– Passeios: Stand up na praia
– Balada: Morocha Club
– Praia movimentada: Parracho – Galera jovem, preços altos nas barracas, onde acontece luau e festas na praia
– Melhor praia: Pitinga – Ponto muito procurado para salto de parapente, tem boa estrutura de barracas
– Praia do Apaga Fogo: Encontro do mar com o Rio Buranhém, tem água mais escura, temperatura ótima para banho e ao fundo pode se avistar o casario colonial da Passarela do Descobrimento no Centro de Porto Seguro.
– Praia mais tranquila: Taípe – Praia mais selvagem de Arraial, metade do caminho para Trancoso

– Arraial D’ajuda Eco Parque: ótimo programa para crianças e adultos, um parque a beira mar e no meio de uma reserva de mata atlântica, com uma estrutura muito boa (Só abre todos os dias no verão).

trancoso
Rio Trancoso desaguando no mar

3- Trancoso

– Quadrado: lindo durante o dia e romântico à noite, ideal para um jantar a luz de velas
– Restaurante Portinha (Quadrado): ótima opção para almoçar
– Restaurante El Gordo (Pousada El Gordo, no Quadrado): o lugar é maravilhoso e a comida sensacional.
– Praia dos Nativos: Uma das minhas preferidas! Para os amantes de rio, como eu, essa praia é a ideal. O rio Trancoso, deságua nela, formando uma lagoa.

– Praia de Rio Verde: semi deserta, sossegada, fica 15 minutos a pé da praia dos Coqueiros, à direita do Quadrado. Na minha opinião, tem as águas mais calmas e limpas, ideal para quem não gosta de praia cheia.

Caraíva
Rio Caraíva desaguando no mar

4 – Caraíva

– Rio Caraíva: Rio coca-cola como chamamos, temperatura ideal para passar o dia mergulhada nele! Não tente atravessar o rio para a outra margem a nado, pode ser bem perigoso.
– Bar Lagoa: melhores festas, música boa e comidinhas deliciosas, sem contar o ambiente, que é ótimo!
– Pousada Casinhas da Bahia: pra mim, a mais confortável da vila. O Edgar (dono) é muito conhecido na vila e também é dono do Forró do Ouriço, onde é servido o café da manhã e os hóspedes ganham ingresso dos forrós que rolam por lá. Na pousada é possível ficar em quartos que têm um “jardim de inverno” dentro do banheiro, é bem legal!
– Pousada Côco Brasil: ficar hospedado em frente ao mar já é muito bom, mas na Côco você fica tão perto da praia que a noite é possível escutar o barulho das ondas do mar. O Gustavo (dono da pousada) é muito gente boa e nos deixa à vontade. Na Côco também acontecem várias festas bacanas no verão.
– Passeio de lancha no Rio Caraíva: ótima dica para conhecer o Rio Caraíva, o mangue e a prainha. (Procurar o Petróleo, a casa dele fica na rua principal, em frente ao rio, tem propaganda na porta – lembrando que é importante respeitar o horário indicado por ele para o passeio, início da manhã, pois mais tarde o rio enche e não é tão legal).
Caraíva
Um dos passeios é descer este rio de boia!

– Descer o rio de boia: sensacional! O melhor passeio de todos! Você sobe o rio de lancha e desce de boia, em meio a mangues, muita mata atlântica, escutando os pássaros da região. O passeio dura em torno de duas horas.

– Boteco do Pará: o melhor pastelzinho da vila! Sugestão: pastel de arraia. O Pará e a esposa são mineiros e super atenciosos.

– Cantinho da Duca: É um misto de pousada, restaurante vegetariano e ateliê de pinturas. A casa com decoração esotérica oferece café da manhã caprichado, lanches e o famoso doce Nega Maluca (sobremesa a base de chocolate e banana). Só não chegue tarde, pois o doce acaba rapidinho!

Foto: Monique Barreto
Foto: Monique Barreto

5- Corumbau

Só se chega por barco ou por uma estrada de terra, assim ficaram preservadas as belas praias de areia branca e mar em tons esverdeados.
– Ponta do Corumbau: Encontro do Rio Corumbau com o mar é maravilhoso! Água muito clara e calma. Pouca oferta de barracas e pousadas. É possível ir de Caraíva de buggy para a ponta, o passeio é feito pelos índios, saindo da Praça da Igreja.
– Praia do Satú: A beleza local compensa o acesso complicado – da ponta esquerda da Praia de Caraíva, é preciso cruzar o rio de barco e caminhar pela orla (3 km). O ideal é ir a pé de Caraíva e voltar de barco (a maré enche e não dá para voltar andando)

– Lagoa do Satú: localizada no Satú, água doce e bem quentinha, tranquila e depende do quanto a maré enche o rio.

Siga esta lista e seja muito feliz! Depois me conte tudo! Boa viagem!

Curtiu este post? Então conheça o blog Dicas da Cabrita, siga-me no Instagram, no Twitter e no Face! <3

faceblogtwitterbloginstagramblog (1)