Bahia: passeio à Praia do Espelho

Praia, considerada uma das mais belas do Sul da Bahia, é reconhecida pela biodiversidade e pelo requinte

praiadoespelhoHoje fomos conhecer a famosa Praia do Espelho, uma reserva ambiental muito bela, conhecida pelo seu alto nível e que abriga um supercondomínio de famosos e gente da high society.

Fizemos o passeio com a agência Arraial Trip Tour pelo preço de 60,00 por pessoa, que podem ser pagos no cartão de débito ou crédito.

Dá para chegar de carro também, basta seguir pela estrada para Trancoso e depois pegar a estrada que vai para Caraíva. Ela é de terra e cheia de costelas. Lá tem estacionamento (pago).

Aldeia indígena

No caminho, paramos na aldeia indígena pataxó Imbiriba. É um lugar para comprar artesanato e ajudar os índios, já que lá eles não podem caçar nem pescar (nem sei se índio faz isso ainda, mas na reserva ambiental não pode).

Aproveite para tirar foto com um dos vários indiozinhos que aparecem com um periquito verde na mão. Eles cobram por isso, e essa é a ideia, ajudá-los. Dei simplórios R$ 2 e gerei satisfação.

Continuamos a viagem até Espelho, que durou cerca de  2h contando com as paradas. Fomos em um dia especial, pois a maré estava extraordinariamente baixa por causa da lua e conseguimos ver muitas piscinas naturais. A praia é muito bela, mas a praia que forma o espelho no chão fica na enseada do Espelho, e aí tem que fazer uma caminhada para a esquerda para chegar até lá.

IMG_1225Preços altos

Espelho tem três enseadas, segundo a guia de turismo. Ficamos na enseada de Curuípe que tem estrutura com restaurantes. Para utilizar uma das barracas da praia é preciso pagar uma consumação mínima de R$ 50 por pessoa.

Caro né? Sim, mas caro mesmo são os pratos. Com R$ 50 você não pede absolutamente nenhum prato decente para o almoço, só uma salada tropical. Com R$ 55 você já consegue pedir um espaguetti à bolognesa e acredite, o prato de estrogonoffe para duas pessoas sai por mais de R$ 150.

Como estava tudo caro mesmo optamos por comer uma moqueca de peixe (R$ 140). Eu amo moqueca, mas confesso que decepcionou. Não era saborosa como as de Boipeba e Moreré (leia mais sobre essa viagem aqui).

Doces

Por outro lado, compramos doces maravilhosos na praia de um homem que vende doces em uma caixa tipo de pizza, são deliciosos, principalmente o de beijinho com banana e o de beijinho com chocolate, cujo nome francês (que o criador inventou) eu esqueci hauhaua. Compramos oito doces (por R$20) e comi quase tudo sozinha.

Não é obrigatório ficar nas barracas. Minha irmã disse que tem um trailer (que parece ser de uma pousada, mas não é) que vende salgados e rango bem em conta. Acho que vale a pena procurar por esse local, já que a praia é bem pequenina. Eu nem procurei, porque ela só me deu a dica depois que fui lá.

Caminhadas

praiadoespelhoNossa guia disse que poderíamos caminhar para a esquerda e para a direita desta praia em que chegamos. Para a direita tem um rio que dá para nadar. Para a esquerda é a verdadeira enseada do Espelho, que tem areia mais escura.

A praia é maravilhosa, com a maré baixa proporciona imagens maravilhosas. Vale à pena conhecer, porém, se você não está com dinheiro, é um passeio dispensável pelo valor (vá a Caraíva!).

Por outro lado, se você tem grana, vale à pena se hospedar em uma das pousadas e desbravar mais o território. Existem mirantes e uma bela paisagem exótica a ser explorada.

Dicas: Se for caminhar na maré baixa, leve seu chinelinho para não se machucar nas pedras e corais.

Passe muito protetor e use chapéu

Leve dinheiro em espécie, lá não costuma aceitar cartão.

Aproveite o visual!

Curtiu este post? Então conheça o blog Dicas da Cabrita, siga-me no Instagram, no Twitter e no Face! <3

faceblogtwitterbloginstagramblog (1)