Cicloturismo em Minas reúne belas paisagens, cultura e história

Experiência de contato com a natureza e com o estilo de vida dos destinos encantam os viajantes que optam pela bicicleta

Roteiro de cicloturismo Caminho da Luz em Minas Gerais. Foto: Rodrigo Telles
Roteiro de cicloturismo Caminho da Luz em Minas Gerais. Foto: Rodrigo Telles

Autor: Pedro Fideles / Fonte: Ministério do Turismo

O desejo de viver novas experiências, a possibilidade de montar o próprio roteiro e o contato próximo com a cultura e a biodiversidade dos destinos estão entre os fatores que motivam o turista a optar pela bicicleta como meio de transporte na viagem. Durante o percurso, os viajantes podem deslumbrar-se com a beleza das paisagens naturais e fazer paradas estratégicas para fotografar edificações históricas, conhecer cachoeiras e experimentar pratos típicos da gastronomia local.

Em Minas Gerais, um dos destinos procurados para a prática do cicloturismo é a Serra da Canastra. Entre os atrativos do passeio estão a nascente do Rio São Francisco e as paisagens do Parque Nacional da Serra da Canastra compostas por cachoeiras cercadas pela biodiversidade do Cerrado.

O cicloturismo é uma atividade de turismo de aventura, segmento reconhecido pelo Ministério do Turismo, que em 2014, foi a principal motivação de viagem de 450 mil estrangeiros que visitaram o Brasil. Para quem deseja conhecer a diversidade de atrativos naturais das paisagens da Mata Atlântica, o passeio de bicicleta na Serra da Mantiqueira é uma boa oportunidade para se conhecer fazendas típicas da região, como a da Onça, e as cachoeiras em meio à vegetação nativa.

Para conhecer as cidades históricas de Minas Gerais, a Estrada Real oferece passeios de cicloturismo que incluem visitas aos municípios de Ouro Preto, Diamantina e Tiradentes. De acordo com o Instituto Estrada Real, a bicicleta foi o segundo meio de transporte mais utilizado pelos turistas que receberam certificado de conclusão do percurso, atrás apenas dos veículos off-road.

Serra da Canastra em Minas Gerais. Foto: Rodrigo Telles
Serra da Canastra em Minas Gerais. Foto: Rodrigo Telles

A Estrada Real também atrai os turistas pela beleza de suas paisagens naturais. As quedas d’água de 273 metros e o formato de coração do paredão rochoso da Cachoeira do Tabuleiro, encantaram o empresário mineiro Nilo Sérgio Lanza durante a passagem pela Serra do Espinhaço no roteiro da Estrada Real. “É o lugar mais bonito que eu já conheci em minhas viagens. O cicloturismo é uma experiência mágica em que temos um contato mais profundo com o destino e podemos conhecer a alma do local”, conta.

Na região sul de Minas Gerais, o roteiro de cicloturismo Caminho da Luz compreende 160 quilômetros entre os municípios de Tombos e Alto Caparaó. Entre os atrativos da viagem, que dura em média quatro dias, destaca-se o Parque Nacional do Caparaó, onde fica o Pico da Bandeira.

De acordo com a edição de abril da Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, do MTur, 14,3% dos brasileiros que pretendem viajar nos próximos seis meses devem optar por meios de transporte alternativos, como bicicletas e motorhome. Em comparação com o índice registrado em abril de 2015, houve um crescimento de 155,3%.

(Autor: Pedro Fideles / Fonte: Ministério do Turismo)