Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação

Semana da Gastronomia Mineira tem programação intensa em Belo Horizonte

Entre os dias 5 e 30 de julho serão realizadas várias atividades, como oficinas e fóruns, demonstrações culinárias e intervenções culturais

Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação
Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação

Nossa comida mineira é reconhecida no mundo inteiro! Quem resiste a um frango com quiabo ou ao molho pardo com angu, um almoço com tutu e couve, um prato de feijão tropeiro ou de leitão à pururuca? Sem falar no nosso querido pão de queijo…. Hummm… Só de pensar me dá água na boca. Por esse talento e pelo reconhecimento internacional, o Estado escolheu um dia especial para homenagear nossos dotes na cozinha. Assim, no dia 5 de julho é celebrado o Dia da Gastronomia Mineira.

Para comemorar a data, acontecerá em Belo Horizonte a Semana da Gastronomia Mineira, que contará com uma extensa e saborosa programação, envolvendo os mercados distritais, o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, as faculdades de gastronomia, chefs e profissionais do setor. O evento tem realização do Instituto Eduardo Frieiro e da Frente da Gastronomia Mineira, Gestão da Espaço Ampliar e patrocínio da Codemig e Governo de Minas.

Entre os dias 5 e 30 de julho serão realizadas oficinas e fóruns, demonstrações culinárias, intervenções culturais e a entrega do Prêmio Eduardo Frieiro. Segundo o representante do Instituto Eduardo Frieiro e curador do evento, Chef Edson Puiati, “o objetivo com este projeto é envolver Minas, mostrar esta diversidade cultural esculpida na gastronomia”. Segundo Puiati, as pessoas se reúnem em volta da mesa e fazem questão de se deliciar com os pratos, reunir família e amigos. O mineiro é conhecido por sua hospitalidade que traduz em sua gastronomia, tornando a culinária um atrativo tradicional.

Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação
Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação

Para o coordenador da Frente da Gastronomia Mineira, Agostinho Patrus Filho, “as atividades da Semana da Gastronomia proporcionam a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre esta importante manifestação da nossa cultura: a culinária mineira”. Ressalta ainda que “o evento também renova o compromisso do setor gastronômico de unir esforços para projetar Minas – nacional e internacionalmente – como o estado da gastronomia”.

O objetivo do evento é valorizar e resgatar a história e os valores da gastronomia mineira, contribuindo para explorar o potencial turístico e a geração de renda, fortalecendo também sua identidade. O dia 05 foi escolhido em homenagem ao escritor mineiro Eduardo Frieiro, que lançou, na década de 60, o primeiro livro de gastronomia, chamado “Feijão, Angu e Couve”, que trata, entre outros temas, sobre a forma de comer do mineiro. Frieiro também foi membro da Academia Mineira de Letras e fundador da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa.

PROGRAMAÇÃO

Prêmio Eduardo Frieiro. Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação
Prêmio Eduardo Frieiro. Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação

Solenidade de Entrega do Prêmio Eduardo Frieiro e do Certificado da Frente da Gastronomia

Dia 05 de julho, 19h30, no Museu de Arte da Pampulha

Gastronomia Temática

De 05 a 30 de julho

São convidados restaurantes para elaborar os pratos dos cinco terroirs mineiros.

Cozinha do Cerrado: Café Cine Brasil

Cozinha Central: Borracharia Gastrobar

Cozinha da Mantiqueira: A Pão de Queijaria

Cozinha dos Rios: Café com Letras Liberdade

Cozinha do Espinhaço: Restaurante Xapuri

Cozinhas-show e fóruns

De 06 a 08 de julho, no MM Gerdau, na Praça da Liberdade

Dia 06 de julho (quarta), das 14h às 15h30

Cozinha-show: Cozinha Mineira Contemporânea

Descritivo: A cozinha mineira evoluiu, chefs e restaurantes trazem uma nova abordagem de sabores já conhecidos sem perder a tradição. Aprenda com o chef Adriano Vilhena a nova cozinha mineira.

Chef: Adriano Vilhena

Mini currículo: Cozinheiro, especialista em alta gastronomia e cozinha contemporânea, fez estágios em renomados restaurantes da capital mineira e França. Professor do Centro Universitário Una nas disciplinas de Culinária Clássica e Tópicos Emergentes de Vanguarda

Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação
Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação

Dia 07 de julho (quinta), das 14h às 15h30

Cozinha-show: “O Porco”

Descritivo: Durante muito tempo a carne suína foi menosprezada pela gastronomia. Hoje figura em cardápios dos mais variados restaurantes. Nesta cozinha-show você verá como inovar no preparo deste tipo de carne.

Chef: Marcus Monteiro

Minicurrículo: Sua formação em gastronomia se iniciou há 15 anos no Canadá. Trabalhou na Inglaterra em restaurantes de cozinhas francesa e italiana e após 3 anos retornou ao Brasil onde trabalhou como chef de cozinha no Rio de Janeiro e Porto Alegre. Atualmente, leciona nos cursos de Gastronomia da UNA e no SENAC.

Dia 07 de julho (quinta), das 16h30 às 17h30

Fórum: Antropologia da Cultura alimentar mineira

Descritivo: Através do passado, Leandro Catão desvenda e revela as principais referências e costumes da culinária mineira que fizeram da nossa gastronomia uma das mais respeitadas do país.

Palestrante: Leandro Catão

Mini currículo: Graduado e doutor em História. Desde 2003 é professor da Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG. Editor da Revista Gastronomia & Turismo da Faculdade Senac Minas. Coordenou o Arquivo Histórico de Pitangui de 2008 a 2014. Desde 2010, é avaliador do MEC/INEP. Tem experiência em ensino, pesquisa e extensão na área de História e demais áreas das Ciências Humanas, com ênfase em História e Antropologia da Alimentação, História do Brasil, História de Minas Gerais, História Regional, História Moderna e Contemporânea, Arquivos e Museus. Publicou vários artigos e capítulos de livro e também organizou diversos livros, entre os quais se destacam: Pitangui Colonial; História & Memória de Divinópolis – 3 Volumes; História & Memória e Cidadania, Memória e Patrimônio: As dimensões do museu no cenário atual (Editora Crisálida). Este livro foi vencedor do concurso Prêmio mais cultura de apoio às bibliotecas públicas, concedido pela Biblioteca Nacional e Ministério da Cultura, em maio de 2010.

Dia 08 de julho (sexta), das 14h às 15h30

Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação
Foto: Nelio Rodrigues/Divulgação

Cozinha-show: Cozinha mineira saudável

Descritivo: Com uma abordagem inovadora, o chef apresentará formas de preparo saudáveis da nossa gastronomia.

Chef: Felipe Leroy

Mini currículo: Com passagens por restaurantes na Espanha, Felipe Leroy acumula experiências nas áreas de consultoria no segmento de alimentos e bebidas, docência em faculdades de gastronomia da Capital e na gestão da “Cozinha Vitrine”.

Dia 08 de julho (sexta), das 16h30 às 17h30

Fórum: O queijo de Minas

Descritivo: Nossos queijos acumulam prêmios e apreciadores por todo o país. Neste debate, o Dr. Marcos Mergarejo apresenta suas pesquisas e estudos do nosso maior patrimônio culinário.

Palestrante: Marcos Mergarejo Netto

Mini-currículo: Autor do livro “A Geografia do Queijo Minas Artesanal”, Marcos é graduado em História e em Geografia, mestre em Ciências Naturais e o Doutor em Geografia pela UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Trabalhou na Fundação IBGE durante 23 anos, onde exerceu diversos cargos e funções, tendo se aposentado pela instituição. Tem experiência na área de Geografia e História, com ênfase em Geografia Humana.

Dia 06 de julho (quarta), das 15h30 às 17h30

Atividade: Reunião comemorativa da Frente da Gastronomia Mineira e lançamento do Pacto pela Sustentabilidade

Descritivo:  Esta ação consiste no engajamento do setor gastronômico mineiro no esforço pela implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, adotados pelos Estados-Membros da ONU, no final de 2015.

Demonstrações culinárias

Dia 9/07 – 10h Feira dos Produtores – Faculdade Estácio de Sá

Dia 10/07 – 9h Mercado do Cruzeiro – Centro Universitário Una

Dia 10/07 – 10h Mercado Central – Faculdade Promove

(via assessoria)

Conheça o blog Dicas da Cabrita, siga-me no Instagram, no Twitter e no Face! <3

faceblogtwitterbloginstagramblog (1)